Verbo de ligação


A claridade que atravessava a veneziana naquela manhã
07/08/2015, 22:17
Filed under: Fotos Onides, Prosa | Tags: ,

Ainda estou digerindo tua partida. Prematura, surpreendente. Áspera. Que a tua passagem pela minha história encerrou muitas doçuras e sonhos.

Das lembranças da infância, guardo uma em especial: aquela manhã de sábado, quando, aproveitando a ausência da mamãe, que preparava o nosso café, me deitei na cama, ao teu lado. Tua presença era chão para mim e teu cheiro a minha pátria. Então me recebeste com um beijo e disseste: “Bom dia, filhota!”.

Eu me senti tão bem-vinda! Ao meu modo de criança, eu percebi o teu amor me abraçar. Era um momento de luz, frescor e paz, uma sensação de que tudo estava perfeitamente em seu lugar. Ah, meu pai, a suave claridade que atravessava a veneziana naquela manhã nunca me saiu da memória.

Onides Bonaccorsi Queiroz

20150426_055124

“Amanhecer” (Foto: Onides Queiroz)

Anúncios


de pai para filho
09/08/2013, 17:24
Filed under: Data, Prosa | Tags:

Por Manoel Severino de Queiroz Neto

Uma vez o Papai me levou ao estádio do Coxa, para ver Coritiba x Santos, acho que em 1971 ou 72.

A bola rolando e eu nem aí pra partida, só comendo: amendoim, sonho, picolé, sonho, sonho, pipoca, sonho, amendoim…

Até que, num determinado momento do jogo, o Papai pegou no meu braço e disse:

– Meu filho, por apenas 5 minutos preste atenção naquele jogador do Santos, com a camisa número 10…

Assim fiz. Não consegui mais desgrudar os olhos daquele monstro de técnica, força, velocidade, beleza e arte.

Graças ao Papai eu vi o Pelé jogar.

(Manoel é meu irmão, mora em Curitiba e ama futebol. Ah, é ótimo pai!)