Verbo de ligação


O mestre coração
02/12/2015, 17:40
Filed under: Prosa | Tags: ,

O quanto antes: aprenda a ouvir o seu coração. É ele o detentor dos motivos fundamentais, o conhecedor de rotas tão insondáveis quanto preciosas, o radar mais sensível, equilibrado e confiável que se pode ter.

O coração está a serviço da alegria, não da segurança. Da espontaneidade, não do orgulho. Está a serviço da dignidade e soberania, não da necessidade de controlar. A serviço da saúde do corpo e da alma, nunca dos modos de ser previsíveis e doentios.

Os anseios do coração estão estreitamente conectados à realização humana. Aquela instância a que a gente dá nomes como felicidade, plenitude, harmonia, paz, gratidão.

As crianças sabem defender esse direito com toda força, com todo o seu riso e todas as suas lágrimas. Elas não têm dúvidas sobre o que o seu coração quer. Aliás, esse é o tipo da coisa que a gente jamais deveria ter esquecido.

Entretanto, o que há de mais sombrio na natureza humana, que é o medo, com sua prole de vícios, colabora para que a gente se confunda. Diante do que é necessário retomar o poder que nos cabe.

Para desenvolver a escuta do coração e o conhecimento da sua linguagem, há que se despir das cargas de preconceitos, de receios e de mágoas, fazer-se novo, partir de um ponto tão neutro quanto possível.

É preciso silenciar os ruídos internos para poder ouvir. Porque, sempre gentil, o coração não grita. Nem discute. Mas com que vitalidade pulsa, com que profundidade se expressa!

Suas mensagens são murmúrios. Que podem se manifestar, por exemplo, em forma de inspiração, de intuição, de compreensões e de sonhos.

Cultivar o hábito de fazer o que se gosta também ajuda muito no aprendizado de ser amigo do coração. Porque quanto mais satisfeito com a vida a gente se tornar, mais íntimo dele será.

Muitas vezes o que o coração diz é a coisa mais simples do mundo. E, com frequência, atendê-lo traz sensação de conforto. Outras vezes, aponta para caminhos desafiadores, que nos exigem muita coragem e autonomia. De qualquer modo, suas orientações são sempre legítimas e evitam as piores dores e remorsos.

O coração é sábio e certeiro. Também criativo, bem-humorado e afetuoso. O coração é sujeito: o amor. E é predicado: ama.

O coração sabe o que a gente não entende.

Onides Bonaccorsi Queiroz

feminina

Anúncios

8 Comentários so far
Deixe um comentário

Lindo texto… vai de encontro com o que venho refletindo e procurando praticar.

Comentário por anovamente

Bem-vindo!

Comentário por Onides

O que eu estava precisando neste momento: Escutar meu coração!
A Leitura veio certeira….mais uma vez, grata pelas belas palavras.

Comentário por Maria Alice Silva de Paula

Pois não é que o meu coração me sugeriu que escrevesse esse texto? 😉

Comentário por Onides

Você é linda!….um presente ter vc na minha existência 😍

Comentário por Fernanda Silva

Que bom se te ajudo de alguma forma, Fernanda. Beijos, querida!

Comentário por Onides

Sim,temos que ouvir a voz do coração,mas não devemos nos esquecer da voz da razão.Os dois,a razão e o coração,têm que andar juntos,em perfeito equilíbrio,né?

Comentário por Gilson Brandao

Querido Gilson, entendo que o coração é a voz da razão superior. Beijo.

Comentário por Onides




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: