Verbo de ligação


Sempre viva
23/11/2015, 16:38
Filed under: Prosa | Tags:

O teor crítico dos acontecimentos se debruçou sobre o espírito do jornalista e, ao longo dos anos, seu semblante se deformou tristemente.

Sob a força da gravidade, o homem outrora altivo e belo se tornou sisudo e, em amarga defesa, cínico. Seu ideal foi humilhado pelas forças que combatera.

Eu também quis ficar triste. Vi tanta destruição e desamor ao redor que ia me acreditando vencida.

Mas a vida, surpreendentemente, olhou-me nos olhos e disse:

– Aonde vai, mulher? Por que te embrenhar na fumaça tóxica da desesperança? Não vê que sou sempre viva e serei tanto mais forte quanto acreditarem em mim? Toma tua história nas mãos e vive os teus sonhos. Escolhe ser uma luz, que muitos, ao te verem, irão se sentir encorajados a fazer o mesmo. É assim que o mundo muda.

Onides Bonaccorsi Queiroz

sergio vale 4

(Foto: Sergio Vale)

Anúncios

6 Comentários so far
Deixe um comentário

Esplêndido! De “utilidade pública” !

Comentário por hangferrero

Valeu, Hangferrero!

Comentário por Onides

Belas palavras, Onides! Eu ainda acredito no Ser Humano! Eu sei de dentro do meu coração que ainda existem pessoas que fazem o BEM….por isso, eu tenho esperança de dias melhores e mais leves para todos nós.

Comentário por Maria Alice Silva de Paula

Avante, Maria Alice!

Comentário por Onides

As mulheres quando nascem ganham doses extras de esperança, eu creio.

Comentário por Golby Pullig

E quando renascem também, Golby!

Comentário por Onides




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: