Verbo de ligação


caro educador
13/10/2014, 14:42
Filed under: Poesia | Tags: , , ,

 

Caro educador,

 

Sou criança,

a vida pulsa em mim com força.

Por isso amo a festa

e ainda sei o que você provavelmente já esqueceu:

viver só faz sentido se for uma celebração.

Então, que a alegria seja a nossa bandeira!

A nossa conselheira de todas as horas.

Respeite o meu brincar,

Que brincar é sagrado.

É a minha meditação, minha educação primeira,

e estes tenros anos são o alicerce da minha felicidade.

Confie na inteligência da vida

e reverencie a minha pedagogia natural, educador.

Constate que o conhecimento já está em mim,

sua função é me ajudar a descortiná-lo.

Para tal, cultive a autoridade amorosa,

a única possível e necessária.

Cúmplices, faremos forte e próspero o nosso vínculo.

Afinal, precisaremos dele para enfrentar o desequilíbrio do mundo,

que está fazendo de tudo para espoliar minha inocência cada vez mais cedo.

Fique alerta, não me entregue à loucura humana,

aceitando resignadamente seus valores rotos,

suas convenções inescrupulosas.

Tenha a coragem de me proteger, educador!

Reflita, a cada ação: a que serve isto?

E não atribua a responsabilidade de seus procedimentos a “superiores”.

“Superior” é a sua consciência.

Assuma pessoalmente o que você faz e diz.

Mais: não me corrompa, incitando-me ao consumismo.

Seu papel é prover-me de condições para perceber

que nada que me realize está à venda,

mas à espera de ser resgatado.

Incentive-me, portanto, a ser o conquistador de mim.

Provisione-me de ferramentas éticas e práticas para avaliar,

e então pagarei – o preço justo – apenas por aquilo de que necessito.

Não me entorpeça com dados, que têm sido muitos e fúteis,

não embote com bobagens formais o meu canal direto com o saber:

o meu voo é mais alto.

E é tão singelo que você não pode conceber, a menos que me ame:

quero poder rir e chorar, sentir e imaginar.

Não estabeleça para mim condutas

apenas porque representam menos esforço para você –

isso gera tédio e amargura.

Ainda, resista ao automatismo de me responder “não”.

Mas não deixe de pronunciá-lo e fazê-lo valer

quando meu pedido ou comportamento representar prejuízo

para mim ou para os demais seres vivos.

E, por falar em “outros”,

compreenda que essa mania de competição

é uma ideia obtusa que destrói o afeto e o planeta!

Ora, por que escolher “um”, “alguns”, se todos temos valor?

A vitória particular é um valor ínfimo

diante do que temos a capacidade de realizar juntos.

Instigue-me a dar o meu melhor, para mim mesmo e para o mundo.

Quem se esforça e compartilha sua gema preciosa sempre brilha.

Por fim, observe cuidadosamente que alternativa de vida você elege todos os dias.

E visualize a sua realidade como o resultado das opções que você faz.

Ah, educador, eu tenho um sonho.

Que a escola não seja um lugar

mas uma dimensão do meu ser.

Ali mergulharei na formidável aventura do saber,

que apresentará envolventes e infinitas respostas para a pergunta fundamental:

quem sou eu?

 

Onides Bonaccorsi Queiroz

(Imagem: internet)

(Imagem: internet)

Anúncios

5 Comentários so far
Deixe um comentário

Escrever com o coração, a alma, o espírito e o corpo é um lindo dom. Parabéns querida Onides!

Comentário por Jane Vasconcelos

Beijo, querida Jane. Grata.

Comentário por Onides Bonaccorsi Queiroz

Raramente ou quase nunca, o educador se vê nesta condição. Bela reflexão!

Comentário por Ronaldo Amaral

Essencial pensamento a ser compartilhado, necessária atitude aos educadores…importante reflexão. Gostei demais da poesia, diz o que precisamos ouvir, dialogar e exercer…

Comentário por Ariani Esteves

Bem-vinda, Ariani!

Comentário por Onides Bonaccorsi Queiroz




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: