Verbo de ligação


bem-vindo
18/02/2013, 13:43
Filed under: Prosa

Na fila do supermercado, passava seus produtos no caixa. Eu esperava a minha vez, logo atrás.

Era um senhor de uns 70 anos. Um conhecido artista local. De aparência pouco convencional para sua idade e para o conservadorismo da cidade. Os cabelos lisos, longos, grisalhos, caíam-lhe sobre os ombros. Chapéu de aba curta. Camisa solta sobre a calça jeans. E tênis branco, de cano alto.

Ele ia falando com a moça do caixa. E falando. Falando. Até que a moça aproveitou uma brecha mínima e disse:

– Vou colocar a compra na sacola.

O ancião, entre sorrisinhos, respondeu, malicioso:

– Deixa que eu coloco. Eu adoro colocar.

E, pra arrematar, desafiador, lançou-me um olhar. Ativei minha expressão de senhora respeitável, que é até convincente, como resposta ao enxerido. Mas, intimamente, eu estava me divertindo com o atrevimento do homem.

A este mundo que abriga tanta gente enfadonha e previsível, bem-vindo seja o entusiasmo e a irreverência de um septuagenário que considera pertinente usar tênis estampado com estrelinhas prateadas.

Onides Bonaccorsi Queiroz

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: