Verbo de ligação


formiga psíquica
14/04/2012, 18:49
Filed under: Prosa

Teria que ser um cidadão mediano. Um homem comum. De aparência normaloide. Nem atraente demais, nem repulsivo.

Nem eminente, nem malsucedido. Nem genial, nem abestalhado. Nem racional demais, nem muito selvagem.

Que tivesse problemas, mas que não fossem problemões. Que não fosse muito popular, nem chegasse a ser antipático. Que tivesse um pouco de tudo, para representar todos.

Acho que assim está bem caracterizado para o experimento.

Então era só encontrar uma fada. Explicar a ela a minha questão, oh, meu Deus, a questão de tantas. E apresentar o pedido a reboque:

— Me vira numa formiga?

Sim, uma formiga psíquica. E compassiva. Que pequena e discreta, pudesse se imiscuir na alma desse sujeito sem ser percebida e, com movimentos atentos e meticulosos, fosse investigar-lhe toda a extensão, inclusive as dobras. Que percorresse os caminhos do seu pensamento, e o das emoções também. Que pudesse testemunhar: como ele vê o mundo? O que lhe chama a atenção, e por quê? Quais são as suas sensações? Como é vestir aquele corpo? O que ele sente? O que ele não sabe que sente? O que ele quer? E o que não quer? Quais são seus medos? O que o move? Enfim, o que é ser homem?

Ah, como eu queria mergulhar nesse mistério! Libertar-me do impasse de incompreendê-los, superar o estranhamento. Isso me apaziguaria o espírito.

E, quem sabe, depois, pudéssemos promover programas de intercâmbio anímico entre os gêneros. Formigas e “formigos” visitando o sexo oposto pelo lado de dentro. Depararíamos, frequentemente, com machos e fêmeas surpresos — e aliviados:

— Aaaah, é assim que funciona?!

Afinal, neste mundo aqui, tudo é explicável. E por isso seríamos mais amigos, homens e mulheres. Quem me dera!

Porque, sem fada nem formiga, essa tarefa deve levar a vida toda, ou algo mais.

Onides Bonaccorsi Queiroz

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Sempre soube que de uma hora p/ outra vc,despertaria p/esta magnifica tarefa. Escrever.. Vc.expressa os sentimentos da alma do coracao

Comentário por Felix Coelho de queiroz

Que surpresa boa receber sua visita aqui. Uma ótima oportunidade para dizer: eu te amo, querido tio! Como dizia a Vovó, “mili” beijos!

Comentário por onidesqueiroz




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: